Autores: Ernandes Rodrigues do Nascimento, Fábio Leandro Melo Ramos dos Anjos, Karla Karina Oliveira Menezes e Gregório Batista Lima de Oliveira

Resumo: Nos últimos anos, buscando desenvolver uma educação que atenda a demanda atual do mercado profissional, muito tem se falado sobre metodologias ativas, ensino híbrido, inovação no ambiente educacional, entre outros temas que nos remetem ao processo de ensino e aprendizagem. Mas, na literatura, pouco se encontra sobre a percepção dos estudantes do ensino superior em relação ao uso das metodologias ativas no processo de ensinagem. O estudante desse nível de ensino, em sua maioria, trabalha em parte do dia, cuida da família em outro momento e estuda em determinado turno, possuindo dezenas de ocupações e escassez de tempo. Para ele, deve-se maximizar sua aprendizagem no menor tempo possível, mesclando atividades presenciais e virtuais, mas evitando deixar excesso de atribuições acadêmicas fora do ambiente escolar, pois o mesmo não dará a devida atenção. A partir disso, torna-se importante conhecer a sua percepção sobre o uso de metodologias ativas de ensino, objetivo deste artigo. O presente trabalho buscou conhecer a percepção dos estudantes de graduação da rede particular de ensino sobre o uso de narrativas digitais para uma aprendizagem significativa. A partir de uma abordagem qualitativa, a pesquisa foi desenvolvida por meio de entrevistas individuais, grupo focal, diário de campo e observação, durante a realização de um curso de extensão universitária. Os resultados demonstraram a percepção dos estudantes em relação ao uso das narrativas digitais como metodologias ativas, destacando pontos positivos e suas objeções no tocante ao processo de ensino e aprendizagem, despertando novas inquietações e sugerindo que outras pesquisas sejam realizadas.

Artigo Completo: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/porescrito/article/view/31354

Citação: NASCIMENTO, E.R; ANJOS, F. L. M. R. ; MENEZES, K. K. O. ; OLIVEIRA, G. B. L. . Narrativas digitais para uma aprendizagem significativa no Ensino Superior: qual a percepção dos estudantes. In: EDUCAÇÃO POR ESCRITO PUCRS, v. 9, p. 235, 2018.